November 21, 2016

GPHG: A reedição do famoso Heuer Monza recebe o Prêmio Revival Watch

Jack Heuer, Presidente Honorário da TAG Heuer e criador do Monza original em 1976, foi quem subiu ao palco para receber o prêmio a pedido de Jean-Claude Biver, CEO da TAG Heuer e Presidente da Divisão de Relógios do Grupo LVMH.

Que símbolo!

 

O cronógrafo Heuer Monza 

1976-2016: 40 anos de história. Uma celebração marcada por uma bela reedição, a derradeira recriação desse relógio icônico.

Em 1976, Jack Heuer, bisneto do fundador da marca, criou um cronógrafo para comemorar o primeiro título de campeonato mundial de Niki Lauda com a FERRARI. A empresa suíça de relógios era na época a Cronometrista Oficial da Scuderia (de 1971 a 1979), e foi a primeira vez que MONZA apareceu no mostrador de um relógio.

Na época, o relógio era notoriamente diferente, mas muito elegante. A caixa em formato de almofada foi inspirada em um modelo de 1925. Um cronógrafo totalmente preto equipado com uma escala pulsométrica (para medir os batimentos cardíacos) e taquimétrica (que converte tempo em velocidade), ponteiros e contadores vermelhos para refletir a herança automobilística, o novo design introduziu uma nova era na história desse modelo.

Belos relógios nunca saem de moda.

De volta às origens: a reedição de 2016 conta com as duas principais funções do relógio - as escalas pulsométricas e taquimétricas (não incluídas nas reedições anteriores) - e a fonte original.

Naturalmente, a famosa caixa original em formato de almofada é o grande destaque e, toda em preto, exatamente como o modelo histórico, com ponteiros de horas e minutos laqueados em branco e preto, como no original. O mesmo se aplica aos índices em SuperLuminova™ laranja vintage. Do mesmo modo, o histórico logotipo HEUER está presente no mostrador, confirmando o lugar do modelo na coleção história da manufatura.

Conectando o passado ao presente, a caixa agora é feita de titânio grau 5 (anteriormente em aço), tornando-a mais leve e mais resistente a impactos. O material é revestido de carboneto de titânio para proporcionar um impactante visual em preto fosco.

O diâmetro também foi aumentado (de 39 mm nos modelos originais a 42 mm, para um look mais masculino e moderno). Ele é equipado com uma pulseira “super racing” em couro de bezerro preto de flor integral com pesponto, evocando o design do volante de três raios dos carros de corrida da época.

No interior, o calibre automático 17, um cronógrafo com dois contadores de cronógrafo às 3 e 9 horas – com espaçamento perfeito para um mostrador belo e harmonioso. O fundo rosqueado é numerado e apresenta o histórico logotipo HEUER gravado com acabamento em laca vermelha.

O Heuer Monza original é muito procurado pelos colecionadores e foi relançado somente algumas vezes. Com espírito tão próximo ao do original, este modelo, que comemora o seu aniversário de 40 anos, representará sem dúvida alguma um marco importante na história da herança da manufatura.

GPHG: A REEDIçãO DO FAMOSO HEUER MONZA RECEBE O PRêMIO REVIVAL WATCH

RELÓGIOS INSPIRADOSmobile_title_border