26 AGO. PATRICK DEMPSEY DESAFIA A SI PRÓPRIO NA HAUTE ROUTE

"Hoje no avião vindo para cá, pensava em quanto eu gostaria de participar desse evento," disse Patrick Dempsey, na linha de largada da etapa 3, um brutal Contra-relógio individual que sobe o Col du Granon e que envolve mais de 1.050 metros de subida. "Eu acho que seria uma grande experiência, mas eu teria que começar a treinar agora! Eu tenho certeza que o ciclismo, especialmente a corrida, pode ser tão intenso quanto uma corrida de automóvel. Muitos pilotos de F1 que eu conheço treinam com bicicletas."

Patrick Dempsey, embaixador da relojoaria suíça de vanguarda Tag Heuer, a Cronometrista Oficial da Haute Route, está aqui nos Alpes para presenciar o evento em primeira mão; o evento de ciclismo mais difícil e com maior altitude do mundo, que desafia os ciclistas a subir algumas das montanhas mais desafiadoras e icônicas da Europa ao longo de sete dias.

"Esses ciclistas se superam nessas subidas," ele disse. "Esse evento é violento e ontem, com o tempo ruim, deve ter sido muito difícil para os ciclistas." Dempsey se referia aos eventos de segunda-feira, quando os competidores tiveram que enfrentar um clima terrível no topo do Col d’Izoard, incluindo chuva torrencial, em uma das subidas mais difíceis do ciclismo.

Apesar das condições terem melhorado, a corrida contra o relógio criou um outro tipo de pressão para o pelotão de 650 ciclistas, que incluía o ícone do esporte francês Luc Alphand, ex-campeão de esqui e vencedor do Rali Dakar. Pierre Vaultier, medalha de ouro em snowboard cross nos Jogos Olímpicos de Inverno 2014 em Sochi, também teve o apoio caloroso de Patrick Dempsey.

Dempsey é um ciclista entusiasta e entende perfeitamente o desafio da Haute Route: "Para participar da Haute Route você tem que estar preparado para sofrer. Não é uma coisa para ser encarada levianamente, você tem que treinar, mas se tiver a atitude certa você consegue fazer.

"Chega um ponto nessa corrida em que você é verdadeiramente desafiado e é aí que a força mental aparece, e é aí que você não pode sucumbir à pressão. A pressão da fadiga física – esse é o desafio que todos os ciclistas enfrentam na Haute Route."

Patrick Dempsey gave former ski champion & Dakar Rally winner Luc Alphand the start for his first Haute Route time trial in Serre-Chevalier! #OfficialTimekeeper

Posted by TAG Heuer on mardi 25 août 2015

A Haute Route é impossível para alguns, possível para outros. Não existe uma real diferença entre esses dois grupos de pessoas a não ser sua mentalidade e, claro, um extenso treinamento. Conhecida como uma das modalidades esportivas mais difíceis e de maior altitude do mundo, a Haute Route atravessa os vales mais míticos dos Alpes Franceses, Pirineus, Dolomitas e Alpes Suíços. E é difícil. Muito difícil.

A questão é, veremos Patrick Dempsey na linha de largada da Haute Route 2016?