OK
 
By TAG Heuer, TAG HEUER TEAM —  20 May 2015

A TAG Heuer convida alguns escolhidos para mergulhar no Atlantis e descobrir sua coleção 2015

A TAG Heuer não está apenas divulgando sua coleção 2015, ela está imergindo os fãs da TAG Heuer com o espírito da marca em um mergulho exploratório e audacioso no aquário do Atlantis, em Dubai.

A TAG Heuer nunca foi uma marca que simplesmente segue a multidão, e a sua exibição no Oriente Médio em 2015 é a prova dessa mentalidade heterodoxa e enérgica, e de uma verdadeira ocasião única. Pela primeira vez, a TAG Heuer convida 30 exploradores corajosos e intrépidos para mergulharem no fundo da Lagoa Ambassador no aquário do Atlantis. O conceito é simples, existem dez relógios TAG Heuer da coleção 2015 que os destemidos mergulhadores terão que procurar. O problema é que esses corajosos exploradores vão ter que procurar esses requintados relógios no maior aquário a céu aberto do Oriente Médio e da África, que abriga 65.000 animais marinhos de todos os formatos e tamanhos e mais de 60 tubarões.

A TAG Heuer sempre esteve associada à ousadia, àqueles que mostram coragem diante da adversidade, que são persistentes, esforçados e enérgicos, e pela primeira vez ela não vai procurar esses atributos em celebridades, atletas e modelos mas sim em pessoas comuns. Os poucos afortunados que entrarão no aquário do Atlantis serão desafiados a encontrar todos os dez relógios escondidos na majestosa lagoa Ambassador enquanto nadam entre numerosos tubarões e devem tentar não sucumbir à pressão.

Há mais de 150 anos que a TAG Heuer tem encarado cada desafio e superado todos eles. Ao desafiar convenções consagradas da relojoaria suíça, ela usou inovação e uma meticulosa atenção aos detalhes para levar a marca a níveis mais altos de precisão e desempenho. A TAG Heuer faz as suas próprias regras, escolhe seu próprio caminho, sempre faz o que é esperado e, mais importante, nunca sucumbe à pressão. Agora, a TAG Heuer vai desafiar algumas pessoas a fazer o mesmo e ter a oportunidade de conhecer a coleção TAG Heuer 2015, torcendo para que eles não sucumbam à pressão.