Know-How

O Espírito

Para onde quer que você vá, vá audaciosamente com um TAG Heuer no pulso. Os relógios sempre tiveram um papel essencial nas conquistas dos mais elegantes e intrépidos campeões e aventureiros dos últimos 150 anos.



Uma paixão que nasce cedo. Com apenas vinte anos de idade, o fundador da marca, Edouard Heuer, decidiu que as chaves eram um problema e as expediu para a história ao desenvolver este sistema de corda operado por coroa. Estar na vanguarda era a posição mais elegante, uma posição que a TAG Heuer assumiu e manteve.



Por mais de três séculos na linha de frente da cronometragem na terra, no mar e no ar.




A TAG Heuer cronometra os vencedores sobre as ondas, nas pistas, nas quadras de tênis e nos circuitos de Fórmula 1. E para as proezas mais originais. Um equipamento de Tempo de Viagem estava a bordo do primeiro voo transatlântico do Graf Zeppelin. O intrépido Hugo Eckener também instalou um desses equipamentos em seu Zepelim para dar a volta ao mundo em 1929.
Os atletas que quebraram recordes nos Jogos Olímpicos da Antuérpia, em 1920, de Paris, em 1924 e de Amsterdã, em 1928 foram cronometrados por equipamentos como Mikographs e Micrcosplits Heuer. A TAG Heuer cronometra os grandes campões mundiais.



O padrão de ouro da medição do tempo. Um TAG de ouro foi presenteado ao Prof. Auguste Picard, que dirigiu um balão numa altura recorde de 15.781m. Além de dirigíveis e balões, por volta dos anos trinta, os relógios TAG Heuer tornaram-se dispositivos essenciais e confiáveis equipando carros e aviões pelo mundo inteiro.



À medida que o jet-set começou a voar, a TAG Heuer se tornou mestre dos fusos horários


Num mundo novo, pós-Segunda Guerra Mundial, a TAG Heuer introduziu o ""Twin Time"" em 1955, exibindo dois fusos horários simultaneamente. E daí em diante, a marca foi sempre ultrapassou seus próprios limites. Um cronômetro TAG Heuer lançado no espaço, durante o primeiro voo tripulado a bordo do Mercury–Atlas 6 nas mãos do astronauta John Glenn. /p>


Em 1971, a TAG Heuer uniu-se com Enzo Ferrari e tornou-se cronometrista oficial da Fórmula 1, de 1971 a 1979. Durante essa associação, o Chronosplit foi lançado - uma maravilha de mostrador digital duplo a quartzo, com precisão até 1/100 de segundo. O Senhor Ferrari encomendou 15 exemplares deste modelo.

"
{$content}