18 MAR. O MONACO V4 PHANTOM

Completamente preto. Completamente fosco. Elegante. Inflexível. Quase secreto. Sua caixa é feita inteiramente de fibra de carbono, bem como as 7 pontes do seu lendário movimento - equipado com a famosa transmissão com micro-correias dentadas microscópicas (da espessura de um fio de cabelo, não mais que 0,07 mm).Seu peso linear se move em um trilho assim como seus rolamentos esféricos: apresentamos o Monaco V4 Phantom.

A nova apresentação da versão 2015 pode ser vista na caixa, feita de CMC (Carbon Matrix Composite), e nas 7 pontes do seu movimento, também de CMC. Uma técnica específica foi usada para criá-las em "carbono direcionado (directed carbon)", que significa que as fibras de carbono são colocadas em uma certa direção no molde, depois recebem microjateamento, dando a elas uma aparência "escovada verticalmente na cor preto fosco" regular e particularmente elegante. O mostrador é inteiramente composto por tonalidades de cinza escuro e preto. Por exemplo, os ponteiros são facetados e acetinados, com um revestimento de carboneto de titânio e SuperLuminova™ cinza antracite. Somente as joias (num total de 48 pedras no movimento) revelam pequenos e discretos toques de vermelho.

Combinando um movimento mecânico com design de vanguarda, desempenho técnico usando fibra de carbono e know-how em relojoaria no desenvolvimento, produção e montagem manual na TAG Heuer em La Chaux-de-Fonds, Suíça, o Monaco V4 Phantom é uma versão moderna, estilosa e ultraleve, e oferece uma resistência a choques a mais. Seu design fino é particularmente incomum para um grande relógio com complicação.

O primeiro Monaco V4 foi apresentado onze anos atrás, em 2004. O nome V4 refere-se à placa principal em formato de V, que carrega os quatro barris montados em dois pares de rolamentos esféricos adjacentes. Angulares a +/- 13°, eles lembram os cilindros de um motor de Formula 1. Com a sua transmissão por correia e peso linear, que se move em um trilho reto (patenteado) ao invés do movimento rotacional normal, o Monaco V4 gira os princípios fundamentais da mecânica relojoeira na sua cabeça. Alojado na caixa quadrada do Monaco usado por Steve McQueen no inesquecível filme As 24 Horas de Le Mans, em 1971, o primeiro Monaco V4 foi vencedor do Red Dot Design Award na Alemanha, do prêmio Relógio do Ano pela revista Wallpaper e do prêmio Best of What’s New pela revista Popular Science.

DESCUBRA AS NOVIDADES PARA A BASELWORLD