22 Mai. A moto movida a turbina mais rápida do mundo - 233,7 mph

A frase da TAG, #DontCrackUnderPressure nunca fez mais sentido do que quando se refere ao mundo de alto risco e alta velocidade das corridas de velocidade terrestres. Conseguir um recorde em um campeonato de velocidade terrestre não é um evento cotidiano, menos ainda quando feito em uma moto alimentada pela turbina de um helicóptero Augusta 109A. O "piloto" Zef Eisenberg, colecionador dos sofisticados relógios TAG Heuer, compartilha a mesma paixão por excelência em engenharia como a TAG HEUER, com sua moto movida a turbina "nua" que ele e sua equipe projetaram e construíram na pequena ilha de Guernsey, onde o limite de velocidade é, ironicamente, de apenas 35 mph!

Zef explica: "Depois de aumentar a velocidade da moto de 224,9 mph em agosto passado para 225,6 mph na primeira tentativa do dia, as velocidades começaram a ficar difíceis, muito difíceis, com fortes rajadas de vento e onde 1 mph de crescimento parecia praticamente impossível de ser atingido por conta da intensa resistência do vento naquela velocidade sem nenhuma carenagem. A dor física de somente se segurar era intensa, com as "barras superiores" e os braços abertos agindo como se fossem um paraquedas. Quase no final do dia, a meta de 228 mph ainda nos escapava. Pelas 5 da tarde, foi hora de refletir.

A equipe passou a noite toda olhando para o dispositivo de registro de dados da moto para ver onde poderíamos aplicar melhorias. Chegamos à conclusão que precisávamos de mais 100 hp para ganhar em torno de 6-7 mph, já que a resistência da moto é de cerca de 0,9 Cd, o que é mais ou menos 3 vezes a de uma moto como a Suzuki Hayabusa, que tem uma resistência de cerca de 0,35 Cd. Decidimos sair e aumentar o fluxo de combustível na turbina ao máximo e aumentar o resfriamento água-metanol também para maximizar o fluxo. Os parâmetros de segurança foram elevados até o limite (auto-interrupção na turbina) para garantir a potência máxima, mas com segurança.

O domingo amanheceu com ventos fortes e chuva fina, mas isso não nos incomodou, já que a moto estava perfeitamente configurada para essas condições. As velocidades começaram a aumentar em um processo frustrante e lento. Então decidimos que seria "ou tudo ou nada" na próxima tentativa... Eu literalmente me segurei com toda a minha força e pisei fundo no acelerador, para alcançar uma incrível velocidade máxima de 231,5 mph com uma moto Streetfighter ereta e sem carenagem ou barras de estilo motocross!

Não consigo expressar como ficamos aliviados. Agora nos sentíamos confiantes. A moto estava aguentando super bem, como um trem-bala alimentado por uma turbina. O dispositivo de registro de dados e os sensores de torque mostravam níveis em torno de 480 lb ft na turbina, picos regulares de 1.100 lb ft no pneu traseiro e 542 hp, o que curiosamente é 100 hp a mais acima do evento de maior velocidade de agosto passado, onde registramos uma velocidade máxima de 224,9 mph. As leis da física, que exigem oito vezes a potência para o dobro da velocidade, nunca foram mais verdadeiras".

Se você quiser ver a incrível moto a turbina recordista MADMAX ao vivo e vê-la subir um morro no Festival de Velocidade de Goodwood 2015, essa moto especial estará no estande da TAG do lado de fora da entrada lateral do Drivers Club, onde Zef e sua equipe estarão presentes para discutir mais detalhadamente como ela funciona.

SAIBA MAIS SOBRE A TAG HEUER NO FESTIVAL DE VELOCIDADE DE GOODWOOD 2015