21 AGO. TAG Heuer, Cronometrista Oficial da Ferrari nos anos 70, fez uma parceria com os produtores de Rush

A TAG Heuer, Cronometrista Oficial da Ferrari nos anos 70, fez uma parceria com os produtores de Rush para recriar com precisão a era de ouro sexy e glamourosa das corridas de Fórmula 1

Em sua representação do ambiente da Fórmula 1 de 1976, o filme Rush de Ron Howard, diretor premiado com o Oscar pela Academia, estrelado por Chris Hemsworth e Daniel Brühl, é historicamente preciso até os mínimos detalhes. Dos carros às roupas, todos os elementos foram meticulosamente pesquisados. Desde Le Mans, o clássico filme de corrida de 1970 estrelado por Steve McQueen, um grande filme de Hollywood não recriava com tanta autenticidade a intensa ação e glamour do esporte mais veloz do mundo.

Não é surpresa então que a TAG Heuer tenha desempenhado um papel-chave no figurino dos dois filmes.

Em Le Mans, McQueen, interpretando o piloto Michael Delaney, ostentava a insígnia da Heuer no macacão, no capacete e no carro. Quando o departamento de figurino lhe ofereceu diferentes opções de relógios esportivos de luxo para usar, ele naturalmente escolheu o cronógrafo quadrado Heuer Monaco , o mesmo usado por seu amigo, o grande piloto suíço patrocinado pela Heuer Jo Siffert.

Em Rush, as cores e a insígnia da Heuer podem ser vistos nos macacões de Niki Lauda (interpretado por Daniel Brühl), seu companheiro de equipe Clay Regazzoni (Pierfrancesco Favino) e todos os demais membros da escuderia Ferrari -- exatamente como era em 1976. A marca de relojoaria suíça, líder mundial em sofisticados cronógrafos de prestígio desde 1860, tornou-se a Cronometrista Oficial da Ferrari em 1971. Ao longo dos anos 70 -- a era de ouro da Fórmula 1 -- todos os pilotos da Ferrari usavam um cronógrafo Heuer com o nome e o grupo sanguíneo gravados na caixa.

Em Rush, as cores da marca mais uma vez ornamentam as pistas de Nürburgring, durante o Grande Prêmio da Alemanha, em Monza, no GP italiano, e no encerramento da temporada no autódromo de Fuji, no Japão. A TAG Heuer também emprestou à produção o equipamento de marcação de tempo da F1 utilizado no período. Desenvolvido por Jack Heuer para a Ferrari, foi o primeiro equipamento a medir 1/1.000º de segundo e subsequentemente passou a ser utilizado pela maior parte das equipes do circuito.

Descubra mais

{$content}